Livro lançado na Alemanha e no Brasil aborda a efetividade das BVS

por
Graça Portela
,
24/02/2015

Tendo por base um dos projetos estratégicos do Icict, as bibliotecas virtuais em saúde (BVS), em especial a BVS DIP Brasil, o técnico em bibliotecas do Icict e mestre em Ciência da Informação, Éder Freyre, está lançando o livro “Parâmetros de Efetividade para Bibliotecas Virtuais em Saúde”, nesta quarta-feira, 25/2.

Fruto de sua dissertação de mestrado apresentada em 2011, o livro aborda a questão de efetividade nas BVs, no tocante ao atendimento das necessidades de informação dos usuários da informação científica e tecnológica, levando em consideração as novas exigências de rapidez de acesso, pertinência, disponibilidade e recuperação digital. O livro enfoca também a necessidade da complementaridade da biblioteca virtual em relação à biblioteca física. 

Nesta entrevista, Éder Freyre, que trabalha na Seção de Informação do Centro de Tecnologia da Informação e Comunicação em Saúde (CTIC/Icict), fala sobre seu livro, que terá lançamento simultâneo na Alemanha e no Brasil, e como surgiu a ideia de pesquisar e escrever sobre o tema e as perspectivas das BVS.

Como surgiu a inspiração para escrever sobre o tema?

Foi em 2007, quando trabalhava no setor da Biblioteca Virtual em Saúde em Doenças Infecciosas e Parasitárias - BVS DIP Brasil, e comecei a refletir se realmente este serviço on-line de informação especializada estava cumprindo seu papel junto ao público-alvo (pesquisadores, bibliotecários, profissionais de saúde, gestores na área de saúde e público em geral). Foram surgindo alguns questionamentos tais como: em que medida a BVS DIP Brasil proporciona acesso integrado, eficiente, universal e equitativo à informação sobre Doenças Infecciosas e Parasitárias (DIP) no Brasil? Que elementos da BVS DIP Brasil permitem compreender o alcance da democratização da informação e do conhecimento pelo seu público-alvo privilegiado (comunidade de pesquisadores, de especialistas, de professores, de gestores da Fiocruz, dentre outros) e pelo público em geral? Como a BVS DIP Brasil vem controlando a legislação e a literatura sobre Doenças Infecciosas e Parasitárias produzidas no Brasil?, por exemplo.

Para responder a essas perguntas, montei um pré-projeto e me candidatei no ano de 2008 a uma das vagas no Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense (UFF). Iniciei minhas pesquisas acadêmicas em 2009 e defendi minha dissertação no ano de 2011. No fim do ano de 2014, recebi o convite da Editora Novas Edições Acadêmicas para que minha dissertação se transformasse em uma obra do catálogo deles.

Qual a importância das bibliotecas virtuais em Saúde?

As bibliotecas virtuais em saúde (BVS) têm a vantagem de direcionar os usuários às fontes de dados disponíveis no meio virtual e funcionam como uma rede mundial, na qual são depositados diversos documentos, livros, monografias, imagens e vídeos, entre outros. Elas devem ter a capacidade de fornecer informações que ajudem os pesquisadores, os profissionais de saúde, o público em geral, a criar e obter conhecimentos e aos gestores da área de saúde como suporte na tomada de decisão.

O que você chama de efetividade?

Na minha pesquisa, a efetividade é entendida como a capacidade de um serviço ser eficaz, isto é, atingir os objetivos a que se propôs com a maior eficiência possível, ou seja, menor dispêndio de recursos financeiros, materiais, de pessoal, etc., considerando ainda a variável tempo. Maior efetividade implicaria em menor custo (= recursos) empregado num serviço que chegasse mais perto do alvo.

E quais parâmetros você aponta como sendo importantes para as BVS?

Eles foram divididos em três categorias resultantes do conjunto de procedimentos metodológicos que adotei na pesquisa:

Aspecto informacional – precisão; autoridade; atualidade; densidade e usabilidade/aprendizagem;

Aspecto Comunicacional – interatividade;

Aspecto Gerencial – cobertura/abrangência; objetividade; performance; equipe de apoio.

Você poderia citar algum exemplo de BVS que atenda à parte ou a todos os parâmetros por você citados?

A pesquisa permitiu ratificar o reconhecimento do importante papel que a BVS DIP Brasil tem a desempenhar para maior divulgação científica e técnica em saúde na temática por ela coberta, mas verificou-se que ela tem um potencial pouco explorado no tocante ao conjunto de aspectos acima mencionados.

Em sua opinião, quais as perspectivas para as BVS?

Segundo minha pesquisa, a BIREME (Centro Latino Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde) está no quarto período de sua evolução (iniciado no ano de 1997), que culmina com a criação das Bibliotecas Virtuais em Saúde (BVS), objetivando responder, de forma organizada e eficiente, às necessidades dos países da América Latina e Caribe de produzir e operar fontes de informação em saúde integradas na Internet. É importante frisar que as BVS se enquadram na questão do Acesso Aberto – tema muito atual e chancelado pela Fiocruz através de sua Política de Acesso Aberto ao Conhecimento e do lançamento de seu repositório institucional – ARCA – sendo importantes instrumentos de democratização da informação científica e técnica em saúde. Entretanto, novas pesquisas podem ser verticalizadas nos aspectos estudados nesta obra e relativos aos diversos assuntos inerentes ao estudo do tema efetividade, destacando-se que a efetividade consiste em problemática bastante atual, dinâmica e pouco explorada.

 

Para poder comprar o livro, que está em português, os interessados devem acessar o site da editora alemã OmniScriptum GmbH & Co. KG, que é representada no Brasil pela “Novas Edições Acadêmicas”.

Foto: Arquivo pessoal de Éder Freyre

Comentar

Preencha caso queira receber a resposta por e-mail.

Para saber mais

Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz)
Av. Brasil, 4.365 - Pavilhão Haity Moussatché - Manguinhos, Rio de Janeiro
CEP: 21040-900 | Tel.: (+55 21) 3865-3131 | Fax.: (+55 21) 2270-2668

Este site é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.