Agenda 2030: seminário aborda horizontes futuros para o Brasil na área de vacinas

por
Saúde Amanhã*
,
05/06/2019

O desempenho do Brasil rumo ao cumprimento da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, no que diz respeito à saúde, estará em debate na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), dia 13 de junho, durante o seminário “Vacinas e Vacinação no Brasil: Horizontes para os próximos 20 anos”, promovido pela iniciativa Brasil Saúde Amanhã no contexto da Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030. Em dois painéis, renomados especialistas abordarão o tema pela ótica do desenvolvimento sustentável e em sua perspectiva global. O evento será realizado das 9h30 às 16h45 no Salão Internacional da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz), com transmissão ao vivo pelo canal da VideoSaúde Distribuidora da Fiocruz no YouTube.

O coordenador da iniciativa Brasil Saúde Amanhã, o pesquisador José Carvalho de Noronha, informa que a importância das vacinas e da vacinação para o cumprimento do ODS 3, relacionado à saúde, está expressa na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável em seu eixo 3.b, que evidencia a necessidade de apoiar a pesquisa e o desenvolvimento de vacinas para doenças transmissíveis e não transmissíveis e de proporcionar o acesso a esses produtos, sobretudo nos países em desenvolvimento. “Por meio de diferentes abordagens, o seminário analisará o desempenho do Brasil diante desse compromisso, a partir de debates no campo da ciência, da tecnologia e da inovação, considerando os obstáculos tecnológicos e regulatórios que o país ainda precisa enfrentar”, apresenta Noronha.

A iniciativa Brasil Saúde Amanhã é uma rede multidisciplinar de pesquisa que investiga e propõe caminhos para o país e o setor Saúde no horizonte dos próximos 20 anos. A prospecção de cenários futuros para a saúde pública brasileira integra os esforços da Fiocruz para consolidar e qualificar o Sistema Único de Saúde (SUS) e garantir melhores condições de vida e saúde para a população brasileira.

Vacinas e vacinação

Autoridade internacional na área de vacinas, o assessor sênior científico e tecnológico de Bio-Manguinhos, Akira Homma, é um dos especialistas que compõem o painel da manhã, intitulado “Vacinas e Vacinação no Brasil: Agenda 2030 na perspectiva do Desenvolvimento Sustentável”. Para ele, a reflexão e o debate sobre o tema ‘vacinas e vacinação’ é essencial no momento em que a queda da cobertura vacinal vem desafiando não só o Brasil, mas diversos países. “Além de todos os esforços para produzir os imunobiológicos que a população precisa, há que se desenvolver novas estratégias para que o processo de vacinação seja eficaz. O Brasil é um dos poucos países do mundo que opera um Programa Nacional de Imunizações com ambas as responsabilidades, o que exige um compromisso com a inovação tanto para o desenvolvimento de novas vacinas quanto para a garantia do acesso da população aos imunobiológicos existentes”, afirma.


Laboratório de produção de vacinas. Foto: Peter Illicciev/Fiocruz Imagens.

À tarde, durante o painel “Perspectivas Nacionais e Globais em Vacinas”, o coordenador das ações de prospecção da Fiocruz, o economista Carlos Gadelha, discutirá as tendências econômicas e de inovação no mercado de vacinas, relacionando a dinâmica global à brasileira. “Discutiremos três cenários para o Brasil até 2030: o de redução de investimentos, que aniquilaria a capacidade produtiva nacional; o de manutenção do nível atual de investimentos, que obrigaria o Brasil a simplesmente seguir o padrão tecnológico global, que não é determinado pelas necessidades de saúde de nossa população; e, por fim, o de dobrar a aposta e ser, de fato, um país inovador, comprometido com a sustentabilidade do sistema de saúde e com a proteção social”, adianta Carlos.

Confira a programação completa:

Seminário “Vacinas e Vacinação no Brasil: Horizontes para os próximos 20 anos”
13 de junho de 2019, quinta-feira, das 9h30 às 16h45
Salão Internacional da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz)
(Rua Leopoldo Bulhões, 1480, Manguinhos, Rio de Janeiro)

9h30 – Mesa de abertura
. Prof. Nísia Trindade Lima, presidente da Fiocruz
. Prof. Marco Krieger, vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz
. Prof. Paulo Gadelha, coordenador da Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030
. Prof. Akira Homma, assessor sênior científico e tecnológico de Bio-Manguinhos

10h às 12h – Painel Vacinas e Vacinação no Brasil: Agenda 2030 na perspectiva do Desenvolvimento Sustentável
Moderador: Prof. Marco Krieger, vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz
. Prof. Cristina Possas, assessora científica sênior de Bio-Manguinhos e Takemi Fellow na Universidade Harvard
. Prof. Akira Homma, assessor sênior científico e tecnológico de Bio-Manguinhos e membro do CTAI/PNI, TAG/OPAS e Conselho Executivo do DCVMN
. Prof. Marcos da Silva Freire, assessor científico sênior de Bio-Manguinhos e do CDTS e ex-diretor de Desenvolvimento Tecnológico de Bio-Manguinhos
. Prof. Monique Collaço, assessora da Vice-Diretoria de Qualidade de Bio-Manguinhos

12h às 13h – Debates

13h às 14h – Lanche

14h às 16h –Painel “Perspectivas Nacionais e Globais em Vacinas”
Moderador: Paulo Gadelha, coordenador da Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030 da Fiocruz
. Prof. André Siqueira, pesquisador do Instituto Nacional de Infectologia (INI/Fiocruz)
. Prof. Carlos Gadelha, coordenador das ações de prospecção da Presidência da Fiocruz
. Prof. Marco Krieger, vice-presidente de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz

16h às 16h45 – Debates

16h45 – Encerramento

*Texto: Bel Levy/Saúde Amanhã

Comentar

Preencha caso queira receber a resposta por e-mail.

Vídeo em destaque

Assuntos relacionados

Para saber mais

Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz)
Av. Brasil, 4.365 - Pavilhão Haity Moussatché - Manguinhos, Rio de Janeiro
CEP: 21040-900 | Tel.: (+55 21) 3865-3131 | Fax.: (+55 21) 2270-2668

Este site é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.

logo todo somos SUS