Construtoras de Caminhos: infância é tema de novo curta da série “Clínicas da família e SUS”

por
Assessoria de Comunicação do Icict
,
15/09/2022

Davi frequenta as sessões desde os três meses de idade após nascer prematuro. Izadora está mais atenta, tomou gosto pela música, emite sons e agora fica menos agitada no colo da mãe. João Miguel, paciente com Síndrome de Down, esboça as primeiras palavras depois das sessões de fonoaudiologia. Simone viu o filho aprender a andar, subir e melhorar a coordenação motora e ganhou confiança para colocá-lo na escola. Em comum nessas trajetórias, o cotidiano do Núcleo de Atenção Interdisciplinar do Desenvolvimento Infantil (Naidi) que atende crianças com diferentes deficiências.  Histórias que se desenrolam no curta “Construtoras de Caminhos”, desenvolvido no âmbito da parceria IdeiaSUS e a VideoSaúde, e  que chega com mais uma produção da série “SUS e as clínicas da família”

A câmera em “Construtora de Caminhos” entra na rotina do Naidi, ouve quem participa e atende e mostra os elos entre uma unidade básica de saúde e as pessoas. O serviço, que funciona no bairro de Ramos, no Rio de Janeiro, atravessa a vida dos pacientes e seus familiares. Revela a importância do SUS e de seus profissionais e ofícios para milhares de famílias que necessitam do mesmo tipo de cuidado e acolhimento.

Link para o curta no Repositório IdeiaSUS: bit.ly/3djyltE 

Link para o curta na Plataforma de Filmes em Acesso Aberto da VideoSaúde/Icict: bit.ly/3QNYSwR 

"Conhecemos o Naidi no âmbito de uma série de visitas da equipe do IdeiaSUS a unidades básicas de saúde da região AP 3.1 no Rio de Janeiro. Fomos em mais de 30 unidades, entre dezembro de 2021 e fevereiro de 2022, para conhecer suas atividades e apresentar a Plataforma IdeiaSUS. Neste momento, também estamos conhecendo práticas nos centros de atenção psicossocial da AP 3.1. Muitas práticas e serviços do SUS como o Naidi merecem reconhecimento e podem ser reproduzidas e adaptadas em diferentes municípios brasileiros”, conta Wagner de Oliveira, que dirigiu o curta e desenvolveu a produção em parceria com Paulo Lara e Irlaine Arruda, da equipe da VideoSaúde.

A série “SUS e as clínicas da família” traz relatos de experiências e práticas desenvolvidas por unidades de saúde da Área Programática (AP) 3.1, na zona Norte do Rio de Janeiro. A AP 3.1 localiza-se no entorno do eixo da Estrada de Ferro da Leopoldina e congrega seis regiões administrativas: Ramos, Penha, Vigário Geral, Ilha do Governador, Complexo do Alemão e Complexo da Maré. O conjunto de bairros da AP 3.1 abriga mais de um milhão de habitantes.

Uma referência interdisciplinar

O Naidi, de acordo com sua equipe, trabalha com intervenção precoce nos diversos aspectos do desenvolvimento infantil, priorizando as características individuais e dificuldades apresentadas nos diversos contextos, favorecendo a evolução nas áreas da linguagem, da motricidade, da cognição, sensório-motora e do comportamento. Atua na melhora da qualidade de vida e autonomia das crianças acompanhadas. Oferece orientação e acompanhamento sistemático de pais e responsáveis.

Contempla crianças de 0 a 5 anos que apresentam atraso global do desenvolvimento; atraso no desenvolvimento neuropsicomotor; síndromes neurológicas; síndromes genéticas; erro inato do metabolismo; torcicolo congênito e lesão do plexo branquial.

Os atendimentos são individuais ou em pequenos grupos, realizados por equipe multiprofissional integrada por dois fonoaudiólogos, uma fisioterapeuta, uma musicoterapia e pediatra. Contam ainda com o apoio de outras áreas como psicologia.  

“A intervenção precoce nos diversos aspectos do desenvolvimento infantil realizado por equipe multiprofissional visa o desenvolvimento de habilidades motoras, comunicacionais, de interação social e de aprendizado”, conta a psicóloga Susan Gibson. Dessa forma, completa ela, oferece aos usuários do serviço um ambiente favorável à realização de experiências e vivências que o levem a reabilitação física, ao desenvolvimento mental, a inclusão social e o amadurecimento afetivo.

Acervo amplo conta com mais de duas mil práticas do SUS

O IdeiaSUS (ideiasus.fiocruz.br) é uma iniciativa da cooperação técnica entre a Fiocruz, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), no âmbito da Rede de Apoio à Gestão Estratégica do SUS. Conta, atualmente, com mais de 2.300 práticas e inovações. Tem como objetivo identificar, reunir e disponibilizar um banco de “práticas e soluções” em Saúde e Ambiente.  Parte do princípio que a troca de experiências, “exitosas ou não”, são essenciais ao processo de consolidação e fortalecimento do SUS. Mais de 800 municípios brasileiros têm práticas descritas no IdeiaSUS.

Outros vídeos sobre SUS

O projeto também faz parte do “Repositório Audiovisual de Práticas do IdeiaSUS”, no canal da VideoSaúde no YouTube, onde também se encontram os vídeos sobre o Ambulatório de Atenção à Saúde da População Travesti e Transexual João Walter Nery, em Niterói (RJ); as estratégias de integração e qualificação do cuidado em saúde da Rede de Saúde do município de Quissamã, no Rio de Janeiro; e as oficinas terapêuticas de cuidado em saúde mental, promovidas em Lajeado (RS).

Link Repositório Audiovisual IdeiaSUS: bit.ly/3eHn5rc