Seminário discutirá a Agenda 2030 e o futuro do Brasil e da Saúde

por
Bel Levy/Saúde Amanhã
,
06/09/2017

“Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades”. “Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos. “Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos”. “Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”. “Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles”.

São desafiadores os objetivos que compõem a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, promovida pela Organização das Nações Unidas (ONU). Para discutir o papel do Brasil e do setor Saúde no cumprimento deste compromisso global e avaliar as perspectivas nacionais e setoriais até 2030, a rede Brasil Saúde Amanhã promove o seminário “Saúde, Ambiente e Desenvolvimento Sustentável”, dias 11 e 12 de setembro, das 9h30 às 16h30, no Salão de Leitura do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz). O evento será transmitido on-line. Para assistir, acesse www.saudeamanha.fiocruz.br.

“A Agenda 2030 será analisada sob uma perspectiva crítica, abrangente e estratégica, no plano global, para que possamos identificar e apontar caminhos, no plano nacional e no setor Saúde, para cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável propostos para 2030. Esse seminário reflete a missão da rede Brasil Saúde Amanhã de articular pesquisadores e instituições em um esforço de prospecção estratégica do futuro do Brasil e da Saúde”, adianta o coordenador executivo da rede Brasil Saúde Amanhã, José Carvalho de Noronha, pesquisador do Icict/Fiocruz, que estará na mesa de abertura do evento ao lado da presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima; do sanitarista Paulo Gadelha, coordenador da Estratégia Fiocruz para a Agenda 2030; e do pesquisador Rodrigo Murtinho, diretor do Icict/Fiocruz.

O seminário “Saúde, Ambiente e Desenvolvimento Sustentável” organizará a discussão sobre a Agenda 2030 em torno de quatro painéis temáticos: “Desenvolvimento e Sustentabilidade”, moderado por Leonardo Castro; “Saúde, Ambiente e Sustentabilidade”, por Ricardo Dantas; “Desenvolvimento, Saúde e Proteção Social”, por Luciana Lima; e “Perspectivas e Desafios da Agenda 2030”, por Paulo Gadelha, todos pesquisadores da Fiocruz.

Na segunda-feira, 11, às 10h, o painel “Desenvolvimento e Sustentabilidade” contará com exposições sobre “Cenários globais e caminhos do desenvolvimento”, por Raphael Padula, do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); “Infraestrutura e indústria: perspectivas”, por Carlos Gadelha, pesquisador do Grupo de Inovação em Saúde da Fiocruz; e “Segurança Alimentar: agricultura, uso e propriedade da terra”, por Gustavo Noronha, economista do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA).

À tarde, a partir das 14h, o painel “Saúde, Ambiente e Sustentabilidade” discutirá a gestão sustentável da água e do saneamento, as mudanças climáticas e a saúde e a sustentabilidade dos assentamentos humanos e o desenvolvimento urbano: “Saúde, Água e Saneamento”, com André Monteiro Costa, pesquisador da Fiocruz Pernambuco; “Mudanças climáticas, desastres ambientais e saúde”, com Carlos Machado, pesquisador da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (Ensp/Fiocruz); e “Cidades Inclusivas e Sustentáveis?”, com Luiz César Ribeiro, pesquisador do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional da UFRJ.

Na terça-feira, 12, o evento terá início às 9h30, com o painel “Desenvolvimento, Saúde e Proteção Social”. A pesquisadora da Ensp/Fiocruz Cristiani Vieira Machado apresentará a conferência “Direitos e Equidade: desafios para a política social”; Maurício Barreto, pesquisador do Centro de Integração de Dados e Conhecimentos para a Saúde (Cidacs) da Fiocruz Bahia, abordará o tema “Saúde e condições de vida: para onde vamos?”; e José Noronha proporá a discussão “Perspectivas da organização dos cuidados à saúde”.

Por fim, na tarde de terça-feira, o painel “Perspectivas e Desafios da Agenda 2030” buscará um enfoque crítico e estratégico sobre os Objetivos de Desenvolvimento Susentável. Serão três palestras: “Ciência, Tecnologia e Inovação e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, com Carlos Morel, coordenador do Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde (CDTS) da Fiocruz; “A sustentabilidade da Agenda 2030”, com o coordenador do Centro de Relações Internacionais (Cris) da Fiocruz, Paulo Buss; e “Monitoramento do desempenho do setor Saúde”, com o pesquisador do Icict/Fiocruz, Josué Laguardia.

Seminário Saúde, Ambiente e Desenvolvimento Sustentável
11 e 12 de setembro, das 9h30 às 16h30
Salão de Leitura da Biblioteca de Manguinhos
Avenida Brasil, 4.365, Pavilhão Haity Moussatché
Fundação Oswaldo Cruz - Campus Manguinhos
Transmissão online: VideoSaúde Distribuidora

Clique na imagem para expandir a programação completa.

Comentar

Preencha caso queira receber a resposta por e-mail.

Assuntos relacionados

Portal Saúde Amanhã traz cenários para prospecção da saúde no Brasil

Portal desenvolvido no Icict foi lançado na semana de aniversário dos 114 anos da Fiocruz

Para saber mais

Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz)
Av. Brasil, 4.365 - Pavilhão Haity Moussatché - Manguinhos, Rio de Janeiro
CEP: 21040-900 | Tel.: (+55 21) 3865-3131 | Fax.: (+55 21) 2270-2668

Este site é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.