Práticas religiosas afro-brasileiras e Ciências Ambientais ganham livro

por
Graça Portela
,
09/11/2017

“Fortalecer o engajamento social e combater a perda de laicidade do Estado Brasileiro”, isto foi o que motivou o livro “Práticas religiosas afro-brasileiras e as Ciências Ambientais”, que será lançado no próximo dia 30 de novembro, no Rio de Janeiro.

Escrito a seis mãos – Carlos Saldanha, pesquisador do Laboratório de Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Licts) e colaborador do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Informação e Comunicação em Saúde (PPGICS), ambos do Icict/Fiocruz; Rodrigo Machado Vilani, pesquisador da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UniRio) e Ramon Fiori Fernandes Sobreira, pós-doutor em Biodiversidade e Saúde, pela Fiocruz, e professor da Faetec do Centro Universitário Celso Lisboa – o livro pretende “discutir a relevância dos esforços científicos na valorização e proteção dos saberes tradicionais, ritos, práticas e terapêuticas religiosas” a partir das religiões afro-brasileiras, defendidas enquanto patrimônio imaterial do Brasil.

Em seus sete capítulos, a publicação enfoca como a prática litúrgica da Umbanda no uso terapêutico de ervas; uso religioso de plantas medicinais e sua validação científica; a criminalização das práticas religiosas afro-brasileiras; e o sacrifício de animais. Os autores também se preocuparam em identificar os problemas, sob o ângulo das Ciências Ambientais, e propor soluções para os impasses.

Os autores esperam que os leitores do livro “ao reconhecer o relevante papel das ciências na formulação de problemas e proposição de soluções na busca e realização de uma vida perene e do regime democrático para o exercício da política em um mundo comum a todos nós – saiba aproveitar o conjunto de reflexões, críticas e sugestões deste pequeno livro, se engajando no esforço de compreensão da sociedade brasileira na acelerada era da regressão”.

O lançamento será às 19h, na Blooks Livraria, que fica na Praia de Botafogo, 316 (Espaço Itaú de Cinema), Botafogo, no Rio de Janeiro (RJ).

 

Comentar

Preencha caso queira receber a resposta por e-mail.

Assuntos relacionados

Informação ambiental x políticas públicas gera capítulo em publicação inglesa

Artigo de Carlos Saldanha (Licts/Icict) discute a informação ambiental e analisa a precaução enquanto uma garantia democrática

"Pensar o mundo em que vivemos sem dissociar a história da Terra da história da humanidade"

Em entrevista, Carlos Saldanha fala sobre o seu livro "Desenvolvimento Sustentável para o Antropoceno"

Para saber mais

Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz)
Av. Brasil, 4.365 - Pavilhão Haity Moussatché - Manguinhos, Rio de Janeiro
CEP: 21040-900 | Tel.: (+55 21) 3865-3131 | Fax.: (+55 21) 2270-2668

Este site é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.