Tecnologia a serviço da informação e da comunicação

por
Claudio Oliveira
,
12/05/2016

Criado em 1989, o serviço prestado pela equipe de tecnologia da informação (TI) é essencial para o trabalho de promoção da saúde desenvolvido pelo Icict. Inserido no Centro de Tecnologia de Informação e Comunicação em Saúde (CTIC), os profissionais de desenvolvimento e infraestrutura são responsáveis por dar apoio técnico aos usuários, fazer a manutenção periódica de hardwares e softwares, dar suporte de rede, além de desenvolver e gerenciar sistemas de informação. De acordo com Aldo Pontes, Chefe do Setor de Comunicação do CTIC, os profissionais de TI conferem à unidade a estrutura necessária para que os produtos de comunicação sejam criados. “O trabalho em TI permitiu, por exemplo, que criássemos um banco de perguntas e respostas sobre o vírus Zika”.

Segundo Jorge Nundes, coordenador do CTIC, o maior desafio para a manutenção dos serviços é a falta de investimentos. “Hoje temos profissionais que ganham abaixo da média salarial aplicada na própria Fiocruz. Neste momento de crise financeira, o orçamento não é suficiente para fazermos os investimentos necessários”. Marcus Vinícius, Chefe de Infraestrutura CTIC/Icict, tem opinião semelhante. “A falta de profissionais para o atendimento faz com que, em momentos de pico, todo o atendimento atrase”. Já Marcelo Rabaço, Chefe de Desenvolvimento CICT, destaca que o setor também precisa de mais investimentos em treinamentos para que seja possível atender os compromissos do SUS, como a acessibilidade.

Apesar das dificuldades os avanços são visíveis. Segundo Marcus, os últimos quatro anos foram positivos para a unidade. “Conseguimos unificar as redes, reduzir em mais de 60% a energia consumida na sala de servidores, remodelamos nosso sistema de backup, alteramos a estrutura do nosso e-mail e melhoramos nosso monitoramento dos serviços”.

Atualmente, o setor está desenvolvendo a terceira versão do Fale Conosco do Portal Fiocruz, o site da Rede BLH, o sistema de recursos humanos para marcação de férias e a página de 30 anos do Icict. “Não pensamos em um sistema só para o Icict, pensamos em um sistema aberto que possa ser utilizado por outras unidades”, concluiu Rabaço.

Assuntos relacionados

Icict 30 anos

Icict vem construindo, em 30 anos, uma história de convergência e pluralidade que fomenta a inovação para a saúde pública brasileira.

rBLH-BR - Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano

RedeBLH: Conectividade em busca de conhecimento

Para saber mais

#Desenvolvimento

Computação científica como estratégia de saúde pública

Plataforma de Big Data em Saúde tem como objetivo utilizar dados para identificar padrões de comportamento no surgimento de doenças

Estatística para informar e prevenir

Métodos estatísticos são utilizados para gerar estimativas e indicadores sobre a saúde da população

Núcleo relaciona populações, territórios e saúde

LabGeo conquistou seu lugar destacando as relações da população com seus territórios

O Icict nas redes sociais

Página institucional no facebook ultrapassa três mil seguidores e a previsão é que ultrapasse quatro mil até o final do ano.

Processos de gestão balizam o atendimento às demandas do Icict

Cortes orçamentários que afetam o Brasil provocaram o realinhamento dos processos de gestão do instituto


Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict/Fiocruz)
Av. Brasil, 4.365 - Pavilhão Haity Moussatché - Manguinhos, Rio de Janeiro
CEP: 21040-900 | Tel.: (+55 21) 3865-3131 | Fax.: (+55 21) 2270-2668

Este site é regido pela Política de Acesso Aberto ao Conhecimento, que busca garantir à sociedade o acesso gratuito, público e aberto ao conteúdo integral de toda obra intelectual produzida pela Fiocruz.

O conteúdo deste portal pode ser utilizado para todos os fins não comerciais, respeitados e reservados os direitos morais dos autores.

logo todo somos SUS